Sobre estomia

Tipos de estomia intestinal

A colostomia é a exteriorização do cólon justaposta à pele da parede abdominal anterior. De acordo com a localização, pode ser caracterizada como ascendente, transversa, descendente ou sigmoide. A consistência das fezes altera-se de acordo com a localização dessa exteriorização do cólon. (BURCH, 2014a).

Na Figura 1 apresentam-se as posições anatômicas das colostomias, e no Quadro 1, a descrição das características dos efluentes.

teste

Figura 1: Figura esquemática das posições anatômicas das colostomias. 

Quadro 1: Descrição das colostomias quanto à localização, consistência e pH das fezes.

Colostomia
Consistência das fezes
pH
Ascendente
Eliminação é líquida ou semilíquida. Eflui quase continuamente podendo ser muito irritativa para a pele periestomia.
Alcalino (>8)
Transversa
Eliminação é semilíquida, podendo ocasionalmente ser semi-sólida.
-
Descendente
Eliminação é mais consistente.
-
Sigmoide
Eliminação consistente com fezes completamente formadas
Neutro (5 a 6)

Fonte: Elaborado pelo autor, com base em Burch (2014a) e Diniz, Campo e Brito (2016).

Figura 2: Esquema da posição anatômica da ileostomia

A ileostomia é uma estomia de eliminação intestinal, geralmente localizada à direita, com protrusão de aproximadamente 25 a 35 mm. É formada com a exteriorização do íleo na superfície da parede abdominal (Figura 2).

As eliminações são de consistência líquida ou semilíquida, altamente irritantes para a pele periestomia em razão do teor elevado em enzimas proteolíticas e do pH alcalino. (PAULA; SPERANZINI, 2014; POGGETO et al., 2012).