Orientações

Uso dos dispositivos coletores

Diversos produtos voltados para os cuidados da pessoa com estomia estão disponíveis no mercado brasileiro. Há dispositivos coletores com alta tecnologia que oferecem segurança e conforto. Dentre eles, destacam-se as válvulas antirrefluxo nas bolsas coletoras para urostomia; as bolsas para estomias intestinais com plástico hipoalergênico e com sistema antirruído; e as bolsas com filtro, cuja finalidade é eliminar os odores dos gases.(DINIZ; CAMPO; BRITO, 2016).

As bases adesivas são protetores cutâneos que protegem a pele periestomia do contato com o efluente e atuam no tratamento da pele lesada. (HAHIMOTO; RODRIGUES, 2012). Para a adesão e a permanência do equipamento coletor na pele, devem ser avaliadas as condições da área para aplicação, bem como o formato da placa. Os modelos das placas são apresentados no quadro abaixo. (BORGES; RIBEIRO, 2015).

Redonda e oval
Rígidas e flexível
Pré-cortada e recortável
Plana e convexa

As bolsas podem ser de ser de uma peça ou duas peças. Nos dispositivos de duas peças, uma (placa) é aderida à pele periestomia e a outra (bolsa de estomia) é adaptada para a drenagem fecal e ou urinária. (BURCH, 2013a; 2014a; SCHREIBER, 2016).

Bolsa de uma peça
Bolsa de duas peças